Mil Crônicas de Chuveiro: A Manicure

16:48:00






Carina não comentaria uma coisa dessas com suas amigas, ou elas iam considera-la estranha, mas, para essa moça, salão de beleza tem muita semelhança com consultório de dentista. Você vai em períodos pré-determinados - ou quando tem alguma emergência - escuta a opinião do profissional, faz os reparos, paga e vai embora. Ou vai me dizer que em ambos você não sente dor? E olhe que eu nem estou falando da depilação com cera morna ou do bife arrancado pela manicure, mas aquela dor na alma de quando você pede:

____ corta só as pontinhas.


E a cabeleireira arranca 04 centímetros daquele cabelo que você esperou meeeeses que crescesse. Tão psicológico quando se incomodar com o barulho do motorzinho do dentista.


Mas para a maioria das pessoas, salão de beleza está mais para divã. É lá que elas vão para comentar sobre o dia-a-dia, seus dramas, fofocas...

Acontece que Carina não tem vocação para falar da vida, nem da dela, porque se considera uma pessoa discreta, nem da dos outros, porque realmente não lhe interessa.

Na ultima quinta ela foi ao salão, visita de rotina. Reparou as sobrancelhas e foi direto para a manicure. A moça de sempre estava ocupada e ela teve que se contentar com uma manicure recém chegada no salão. Enquanto uma trabalhava e a outra sentia cócegas nos pés, Carina pensou:

_____ Finalmente alguém tímida como eu nesse salão, seremos grandes amigas - comemora.

Faz as unhas e satisfeita pede a cabeleireira - que também é a proprietária do salão e tenta a todo custo deixa-la loira - que corte só as pontinhas, está deixando o cabelo crescer... Entre uma tesourada e outra de Betty - a cabeleireira - Carina escuta a nova manicure, que lhe pareceu tão caladona quanto ela, gargalhando com outra cliente. Conversavam sobre a celulite de alguma famosa.



Carina deu de ombros, acho melhor não pensar que o problema era com ela, já que antes a manicure não dera um pio. Riu de seu cabelo bem mais curto do que gostaria, pagou - na verdade, deixou metade do que levava na bolsa no salão naquele dia - e foi embora. Satisfeita. Embora o sorriso não estivesse assim tão branco.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorei, mas eu gosto de ir ao salão. Nunca o compararia com um dentista. rs Bjo

    ResponderExcluir

Gostou? odiou? duvidas? Comenta ai!!!

.